História da Casa do Radioamador de Ribeirão Preto



>>> Documento com histórico/Apresentação para distribuição (PDF)



A Casa do Rádioamador de Ribeirão Preto "CRRP" é uma entidade sem fins lucrativos, políticos ou religiosos, com sede, foro jurídico, fiscal e administrativo na cidade de Ribeirão Preto-SP, na Rua Benedito Tórtoro nro 155, bairro Jardim Roberto Benedetti.

Fundada em 21 de abril de 1964, e considerado de Utilidade Pública pela Lei Municipal N. 1615/1965, associação civil sem fins lucrativos, executante do serviço de Radioamador na frequência de entrada 146.070MHz e frequência de saída 146.670MHz por licença N. 00052/2000-SP, concedida pela Agência Nacional de Telecomunicações (ANATEL), inscrito no CNPJ/MF N. 44.232.916/0001-42, com personalidade jurídica de direito privado, com prazo de duração indeterminado e número ilimitado de associados.

A sede da Associação esteve até 08/2018 localizada em prédio do Governo Municipal por regime de comodato na Praça Mosteiro Alto do São Bento, nro 71 em uma área de 50m de frente por 40m de fundo, totalizando dois mil metros quadrados, possuindo 303 metros quadrados de área construida, próximo ao centro da cidade, em posição privilegiada no alto do morro São Bento (característica essa de maior importancia, tratando-se de rádio transmissão), onde possuía torre metálica tipo autoportante de 36 metros de altura. Foi transferida para prédio do Governo Municipal por regime de comodato a Rua Goiás n. 1072 - Campos Elíseos, em uma área de 9m por 18m de fundo, totalizando 162m quadrados de área construida, continuando próximo ao centro da cidade; atualmente a sede de associação esta no bairro Jardim Roberto Benedetti, na rua Benedito Tórtoro nro 155. Aguardamos condição técnicas para instalação das antenas de uso de sua sua repetidora VHF com indicativo PY2-KAR, interligadas ao sistema ECHOLINK (interação entre Rádio e Internet http://www.echolink.org/).

Na sede, a entidade mantém a "Sala de memória do Rádio" (consta de equipamentos de radiocomunicação antigos) e "Sala de Leitura" (consta de livros e revistas de eletrônica, eletricidade e radiocomunicação) aberto para visitação do público em geral.




O início da CRRP

Por Marcos Rocha - PY2AFQ e Carlos Formigoni - PU2LNU

A CRRP começou após uma reunião convite feito pelo jornal A Cidade numa manhã de domingo no antigo restaurante LP, hoje Pinguin 2 onde vários radioamadores da cidade.

Criou-se a Casa do Radioamador de Ribeirão Preto. Dentre os presentes estavam PY2DOV Nobre, PY2CEI Helio, operando em bandas mais altas, PY2AQO Nardi, ainda na ativa em Jaú, PY2CXM Balieiro, PY2BYF Moacir, PY2EW Luiz Augusto, PY2EKZ Luverci, PY2DEB Zorzenon, PY2ADF Italo, PY2AEU Josy e tantos outros que me perdoem o esquecimento.

Aos pioneiros, outros mais se juntaram e começaram a se reunir em locais gentilmente cedidos pelos simpatizantes do movimento radioamadorístico.

Somente em abril de 1964 a Casa do Radioamador de Ribeirão Preto instalou-se na Praça Alto do S. Bento 71, local do estúdio da extinta TV Tupi (que não chegou utilizar o local). Em 2018 a sede foi transferida para a Rua Goiás nro 1072, Campos Elíseos.


(clique nas imagens para ver em tamanho maior)


CRRP CRRP
Nas duas fotos vemos a primeira repetidora de VHF valvulada (6146 com 900V de placa) e a cavidade.
Na segunda foto (da direita para a esquerda) : O Cola, o Italo e o Marcos Rocha (de costas).
Local: Oficina do Italo - Py2adf

CRRP CRRP CRRP
Fonte de alimentação    -    detalhes do cristal    -    vista inferior


CRRP CRRP
Painel Frontal da repetidora - Receptor Motrak
Repetidora doado pela LABRE (gestão do Hugo Adelino)
Entrou em operação em 1976


CRRP CRRP
Cavidade (filtro) da repetidora - Transmissor


CRRP CRRP
Detalhes da Casa do Radioamador no início da década de 70


CRRP
Selo comemorativo ao dia do radioamador, lançado em 05/11/1977





Finalidade da CRRP

- estreitar as relações pessoais entre os radioamadores, aficionados por rádio, simpatizantes e população em geral;
- lutar pelos interesses dentro das normas técnicas e éticas do radioamadorismo;
- incentivar os associados à pesquisa, estudos e prática de eletrônica, telecomunicações e audio-visual em geral, por meio de cursos, conferências, publicações, e troca de experiência;
- divulgação do radioamadorismo, suas finalidades e atividades;
- montagem de circuitos eletrônicos e de antenas;
- manter estreita colaboração e cooperação com os órgãos oficiais, autoridades e associações congêneres.
- os radioamadores participam da RENER, Rede Nacional de Emergência de Radioamadores, atuando em conjunto com a Defesa Civil nos casos de calamidade pública. Mais detalhes em http://www.mi.gov.br/web/guest/defesa-civil/cenad/rener?inheritRedirect=true





Atividades

Os associados realizam reuniões abertas, semanais todo domingo a partir dás 10h, promovendo a troca de experiências técnicas e sociais relevantes ao hobby. Ainda podem ocorrer encontros aos sábados e/ou demais dias da semana. (*) Obs. Favor confirmar na rede social da CRRP sobre a disponibilidade dos participantes, assim como eventos exporádicos.

Desde sua fundação a CRRP promove cursos permanentes em vários níveis, nas áreas de Eletrônica, Rádioeletricidade, Telegrafia, e Legislação de Telecomunicação, abertos à população, direcionados principalmente aos interessados em prestar exame de ingresso e/ou promoção de classes dentro do radioamadorismo.

A Casa do Radioamador de Ribeirão Preto coloca-se a disposição de empresas, escolas, universidades e grupos de interessados para palestras sobre telecomunicações.

Eventualmente realizam-se atividade em parceria com grupo de escoteiros para a competição internacional do (JOTA/JOTI).

Alguns projetos em estudo e implementação:
- Parque de antenas nas bandas 2m, 10m, 40m, 80m e antenas multibandas;
- Radioescuta nas frequências marítimas; A ideia é captar o áudio das frequências e disponibilizar no site da CRRP. A justificativa é devido aos inúmeros pedidos de socorro das embarcações;
- Satélites meteorológicos; Captar as imagens em tempo real e disponibilizar no site da CRRP para acesso a todos;
- Dados atmosféricos; a coleta de informação das condições do ar e transmissão para o INPE; Uma parceria com a empresa EMSISTI;